Crônica: Os Homems Preferem as Mulheres Com Mais de 30 Anos



Uma amiga me confessou que se sentiu ofendida por ter sido chamada de balzaquianaA princípio, sorri e não entendi o porquê da ofensa e levei um certo tempo para convencê-la que, sob minha ótica, a expressão balzaquiana na verdade tratava-se de um elogio.

Honoré de Balzac, escritor francês, acabou legando à humanidade a origem da expressão mulher balzaquiana, através de seu célebre livro "A Mulher de 30 Anos" no qual fala das mulheres que enfrentam uma crise emocional ao passar dos 30 anos, comparando-as com as mulheres de 20 anos, conclui seu romance afirmando que as mulheres de 30 anos, justamente por sua vivência, são mais capazes de fazerem um homem feliz e de se fazerem felizes também.

A crise do 30anos é um conflito emocional causado pela pressão da sociedade sobre as mulheres que passam dessa idade: é uma questão cultural. A sociedade pré-estabelece que uma mulher ao fazer 30 anos já deveria estar casada ou prestes a casar, com uma carreira encaminhada, com a vida estabilizada. Naturalmente, a mulher se sente pressionada a atender essas expectativas. O que gera o conflito emocional.

A sociedade é machista e não aceita que a mulher pode simplesmente ser solteira por opção, pode priorizar a profissão por exemplo, ou ainda prefere ficar solteira do que casar com um canalha qualquer que a irá fazer sofrer, ou que não quer casar com o primeiro que aparecer.

Mesmo assim de que ela é chamada? Isso mesmo que você está pensando... EncalhadaÉ um rótulo injusto, um estigma, mas como eu disse... A sociedade é machista.

E se a mulher passa dos 30 anos e ainda não tem filhos? Coitada vai ser novamente pressionada pela sociedade com a famosa frase feita: "Você vai ficar p'ra titia"? Naturalmente, essa presão gera um conflito emocional.

Toda essa pressão da sociedade, todo esse conflito emocional, pode levar a mulher de 30 anos a sentir um vazio existencial, uma vontade inexplicável de chorar, perda de memória, irritação, bulimia, anorexia, depressão, obesidade, e o temido TOC (transtorno obssesivo-compulsivo), necessitando, nesse caso, de ajuda profissional.

Barra pesada n'é? Quem disse que é fácil ser mulher em um país machista, com poucos homens que se importam com o sentimento de uma mulher, até porque nesse país machista o homem sensível, que se importa em conhecer a alma feminina, é rotulado, inclusive pelas próprias mulheres, de ser obviamente "gay".

A mulher precisa casar até os 30 anos para ser feliz? O que realmente importa... casar ou ser feliz? Vale a pena corresponder às expectativas da sociedade e casar com o primeiro que aparece? E as suas expectativas? E os seus sonhos? É melhor ser uma "maria vai com as outras" e seguir exatamente o modelo pré-estabelecido e imposto pela sociedade? Só você pode responder, afinal você é a única responsável por sua felicidade ou infelicidade, não coloque nas mãos de um homem a responsabilidade de te fazer feliz...

As mulheres acima de trinta são maduras, são experientes (são melhores na cama), sabem o que agrada e sabem transmitir seus desejos ao parceiro, tem mais cultura (às vezes preferem ler um bom livro, assistir um bom filme do que ir p'ra balada), por isso mesmo são capazes de uma boa conversa, ao contrário de algumas de vinte que são maravilhosas (enquanto estão com a boca fechada), tem bom gosto para roupas e perfumes (fogem do visual "piriguete"), sua beleza está no auge (perdeu a carinha de menina), conhece mais o seu corpo (não banaliza o sexo)...

Enfim... (como diria uma amiga minha)... Os homens preferem as mulheres com mais de trinta. Concorda? Não concorda? Então deixe o seu comentário.
Um abraço de paz e luz.
Raimundo Freire.

Comentários

  1. Primo

    Salgado,

    Vc sabe despertar a dialetica entres seus seguidores.

    ResponderExcluir
  2. kKKKKKKKKKKKK, valeu primo, agradecido pelo comentário. Sua visão holística é sempre bem-vinda. Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. É verdade, concordo plenamente!tenho provas disso, meu namorado por exemplo afirma q gosta de mulheres mais velhas.. acima dos 25 anos que é a idade dele, e de preferencia acima dos 30 que é o meu caso rsrs' (adoooro).As vezes eu brinco dizendo que vou terminar o namoro e ele fica maluco, é mt engraçado a reação dele!Bjo, fica com Deus! By: Arethusa!

    ResponderExcluir
  4. Olá! Gostaria de compartilhar esse lindo poema de Brunna Paese.

    SER MULHER

    Ah, ser mulher!

    Ser mulher é ver o mundo com doçura,
    É admirar a beleza da vida com romantismo.
    É desejar o indesejável.
    É buscar o impossível.

    O poder de uma mulher está em seu instinto
    Porque a mulher tem o dom de ter um filho,
    E cuidar de vários outros filhos que não são seus.

    Ah, as mulheres!
    Ainda que sensíveis
    Mulheres conseguem ser extremamente fortes
    Mesmo quando todos pensam que não há mais forças.

    Mulheres cuidam de feridas e feridos
    E sabem que um beijo e um abraço
    Podem salvar uma vida,
    Ou curar um coração partido.

    Mulheres são vaidosas,
    Mas não deixam que suas vaidades
    Suplantem seus ideais.

    Muitas mulheres mudaram o rumo
    E a história da humanidade
    Transformando o mundo
    Em um lugar melhor.

    A mulher tem a graça de tornar a vida alegre e colorida,
    E ela pode fazer tudo isto quantas vezes quiser
    Ser mulher é gostar de ser mulher
    E ser indiscutivelmente feliz
    E orgulhosa por isso.

    - Brunna Paese -

    ResponderExcluir
  5. Beatriz,

    São comentários brilhantes e construtivos como o seu que fazem esse blog ter sentido, são a verdadeira razão de ser do blog. Estou muito feliz com sua contribuição.

    Obrigado de coração.

    ResponderExcluir
  6. ame-se
    Quando falo no amor, não estou me referindo ao amor homem e mulher, que tem um importante papel na nossa evolução, mas estou falando a respeito de um ensinamento muito antigo que para mim traduz tudo que devemos aprender e praticar:

    “Ama ao teu próximo como a ti mesmo”.

    Mas como podemos amar ao próximo se não nos amamos? Pois quantas vezes, alguém faz alguma crítica e nós aceitamos sem questionar, nos magoamos, nos sentimos vulneráveis e paralisados ou ainda quando, alguma coisa não sai da forma que esperávamos, temos a mesma reação, de pouca valia, do “não sirvo pra nada mesmo”, não é?

    Isso não é amar a si mesmo, você tem que descobrir a maravilha única que você é, aceitar cada pedacinho de você, assim não ficará mais tão dependente de alegrias externas. Aquelas como: só serei feliz se alguém me amar, se meu time ganhar ou se eu for passear no exterior e um monte de outras coisas fugazes sem fim que não te trarão a felicidade.

    A meu ver, a felicidade existe quando você aprende a se amar, sabe por quê?

    Porque quando alguém faz algo que te desagrada e você se ama, isso não irá te magoar, nem te incomodar. Pois você tem a compreensão que o outro só está refletindo o que ele tem dentro de si, escolhendo a própria sombra. Você aprende a compaixão, ampliando seu amor próprio e o acolhe ao invés de repelir, leva luz à escuridão dele e o resultado disso sabe qual é?

    Mais amor!

    Por isso venho aqui te dizer com meu coração vivo e pulsante: “Eu me amo” e desejo que você descubra o caminho para o amor próprio, assim todos nós fluiremos no melhor de nós mesmos, fazendo da compaixão, perdão, aceitação como ferramentas para tornar o mundo um pouquinho melhor

    ResponderExcluir

Postar um comentário