Crônica: Por Que as Loiras Tem Fama de Burras nas Piadas?


O mito da desinteligência da louras surgiu com uma diva do cinema Hollywoodiano - Marylin Monroe.

A atriz, que era morena, só ficou famosa após ficar loura e interpretar pernsonagens ingênuos. No filme "Os Homens Preferem as Loiras", de 1953, sua personagem, Lorelei Lee, era uma cantora que assassinava a gramática e seduzia ricaços o que ajudou a construir o estereótipo.

No Brasil, a música "loraburra" do cantor Gabriel Pensador, ajudou a solidificar esse injusto estereótipo contra as louras. Na música Gabriel chama as louras de "Cadelinhas de boate... Que só se preocupam em chamar a atenção, não pelas idéias, mas pelo burrão...".

Esqueceu-se o nobre compositor que ele mesmo foi burro em chamá-las de "lora" pois somente as expressões "loira" ou "loura" são admitidas, segundo o dicionário Houais.

O que eu acho interessante, e até uma contradição, é quando as próprias mulheres reforçam esse estereótipo em relação às outras do seu próprio gênero, utilizando sem dó nem piedade de expressões como "loura de farmácia", "loura oxigenada", "loura à força. Esse estereótipo também apresenta forte carga de preconceito social e econômico.

Estereótipo, estigma, rótulo injusto esse de "Loira Burra", afinal nós temos no Brasil tantas loiras inteligentes como por exemplo... é....deixa eu ver... aquela....é... como é mesmo o nome... é.... Bom deixa pra lá, depois eu falo sobre isso...


Raimundo Freire

Comentários

  1. ha,ha,ha! que engraçadinho! eu sou loira e sou a que sempre tira notas boas na escola!

    ResponderExcluir

Postar um comentário