Crônica: Quando o Não é Melhor Que o Sim



Conversava eu com minha amiga Ed e fazíamos ilações sobre o abrir mão de certos caprichos em nossas vidas em prol de melhorarmos a relação ou, ainda, com o objetivo de "manter a paz na relação". Inevitavelmente, o SIM que damos a nosso parceiro(a) é um NÃO que dizemos a nós mesmos, e isso pode ser uma fonte de conflitos na relação.

Muitas vezes dizemos sim só para agradar ao outro, embora não seja aquilo que queiramos de verdade, mas acabamos cedendo, seja por insistência da pessoa, seja por acomodação, seja para manter a relação em céu de brigadeiro. Mas, porque é tão difícil dizer o tal do não? A resposta é simples: o medo de desagradar, o medo de ferir, o medo de machucar. Por esta razão vemos tantas pessoas dizendo sim quando na verdade querem dizer não ou dizendo não quando na verdade querem dizer sim.

Acontece que de sim em sim começa a anulação e de tanto ceder, de tanto abrir mão do que você gosta, do que você quer, do que você acha, em pouco tempo, você não se reconhecerá em si mesmo (a)a e estará vivendo a vida do outro, abrindo mão de quem você é. Resumindo: você deixa de ser você mesma para ser a imagem que uma outra pessoa idealizou para você, a imagem que ele(a) gostaria que você fosse. A mensagem subliminar é a seguinte: não seja quem você é, seja quem eu gostaria que você fosse.

A sabedoria de Deus foi tanta que nos criou essencialmente diferentes, e essa é a beleza da vida; como somos diferentes aprendemos a admirar e a respeitar aquilo que não se iguala a nós, mas nos complementa; todos temos algo a ensinar e todos temos algo a aprender. Não obstante, algumas pessoas tem dificuldade em respeitar essa individualidade e querem nos amoldar a seus gostos, a suas preferências. Se você abre mão de si mesmo, e só diz sim, estará caminhando a passos largos ao encontro da frustação.

O não pode ser benéfico, faz parte da vida receber um não, ele é importante para nos lembrar que nem todo mundo quer o que nós queremos, que nem todo mundo pensa como nós. É o não que pode nos amadurecer, é o não que pode nos ensinar a conviver com as diferenças, é o não que pode nos ensinar  respeitar o espaço alheio, assim como gostamos de ver o nosso espaço respeitado. Sejamos justos: quantas vezes um não acabou te levando para caminhos melhores? A verdade que um belo não pode ser justo e benéfico.

Dizer não é ser justo, ser sincero consigo mesmo, ser autêntico com um não é mais honesto que ser falso com um sim que não é verdadeiro, de coração. Somos adultos e devemos saber quem, o que e para que queremos cada pessoa em nossa vida. Temos gostos, culturas, idades, leituras, manias, religiões diferentes. Então quem te ama tem que amar pelo que você é e não pelo que ele(a) gostaria que você fosse.

Ninguém é igual a ninguém. Ninguém é dono de ninguém. Tudo que podemos fazer é amar as pessoas e esperar sermos amados de volta, nada mais. Que te ama ama "apesar de", apesar de você ser gordinho, apesar de você ser baixinho, apesar de você dentuço, apesar de você ser dorminhoco, apesar de você ser brigão, enfim, que te ama sabe que você é uma mala, mais é a mala mais linda do mundo.

Um abraço de Paz e Luz!!!!!!


Raimundo Freire.






Comentários

  1. Como diz a música "Dizer não , é dizer sim."
    Texto perfeito.
    Como sempre.
    Nós, seres imperfeitos é que ainda temos muito a aprender.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado amiga Ed pelo seu comentário e por suas contribuições sempre sensatas e muito bem-vindas. Um abraço de paz e luz!

    ResponderExcluir
  3. Eu reconheceria teus textos em qualquer lugar, você constrói suas crônicas de uma forma que fica muito agradável de ler e sempre deixa uma mensagem de otimismo. Parabéns, em meio a tanta besteira que circula na web, é bom ler algo construtivo e útil.

    ResponderExcluir

Postar um comentário